Literatura, música, cinema

LIVROS

O COLECIONADOR DE SOMBRAS

contos

Doze narrativas que transitam entre o realismo e o fantástico. 

"Que mistério se esconde na caverna de paredes azuis e frias, aberta na geleira chilena? Que irresistível chamado é esse que vem de dentro da loja de bordados? Que força assustadora e destrutiva pode caber dentro da caixa de sapatos que o menino jamais deixa que abram? Que ônibus é esse que, em plena noite de Natal, atravessa sob a chuva as ruas mais violentas da cidade?" 

MALDITAS FRONTEIRAS

romance

Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte de Literatura

Duas crianças vivem o final de sua infância. Um mestre cervejeiro procura a fórmula de uma bebida medieval. Enquanto isso, o Brasil e o mundo se preparam para a Segunda Guerra Mundial.

Clique aqui e leia as primeiras páginas de "Malditas fronteiras".

LANTERNA MÁGICA: INFÂNCIA E CINEMA INFANTIL

ensaio

Finalista do Prêmio Jabuti

Baseado na primeira tese acadêmica defendida no país sobre o cinema infantil brasileiro, "Lanterna mágica: infância e cinema infantil" traça um amplo panorama da produção de filmes para crianças no Brasil e no mundo, abordando seus aspectos estéticos e pedagógicos. Um livro que interessa a professores, psicólogos, cinéfilos e pais.

 

DESTAQUES

O curta-metragem "Um ano novo danado de bom" está na grade de programação da CINEBRASIL TV, com até duas exibições mensais. 

Veja as próximas exibições no site da CINEBRASIL TV, onde pode também ser conferida a forma de acesso ao canal.

Quem é quem na nova prosa brasileira

Revista Trópico

O tema do curta-metragem

"Um ano novo danado de bom", composto e orquestrado por João Batista Melo, foi executado pela Orquestra Ouro Preto no Festival Musimagem Brasil 2016.  

Cem escritores brasileiros e suas manias quando escrevem.

Matéria no site do escritor e jornalista Michel Laub

O romance "Malditas fronteiras" venceu o Concurso Nacional Prêmio Cidade de Belo Horizonte na categoria Romance. A obra também foi finalista do Prêmio Benvirá, promovido pela Editora Saraiva/Benvirá. 

 

O COLECIONADOR DE SOMBRAS

contos

Doze narrativas que transitam entre o realismo e o fantástico. 

"Que mistério se esconde na caverna de paredes azuis e frias, aberta na geleira chilena? Que irresistível chamado é esse que vem de dentro da loja de bordados? Que força assustadora e destrutiva pode caber dentro da caixa de sapatos que o menino jamais deixa que abram? Que ônibus é esse que, em plena noite de Natal, atravessa sob a chuva as ruas mais violentas da cidade?" 

DESCOBRIMENTOS

contos

Livro de bolso com três narrativas construídas na tradição do gênero das histórias alternativas, variante da ficção científica que trabalha com versões possíveis de fatos históricos: a novela inédita 1500 e os contos O caminho das Índias e a A moça triste de Berlim. O livro ainda inclui uma introdução de Roberto de Sousa Causo, na qual o principal crítico literário do país especializado no gênero, explica os fundamentos e o desenvolvimento da "ficção científica recursiva", também conhecida como História Alternativa.

MALDITAS FRONTEIRAS

romance

Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte de Literatura

Duas crianças vivem o final de sua infância. Um mestre cervejeiro procura a fórmula de uma bebida medieval. Enquanto isso, o Brasil e o mundo se preparam para a Segunda Guerra Mundial.

Clique aqui e leia as primeiras páginas de "Malditas fronteiras".

LANTERNA MÁGICA: INFÂNCIA E CINEMA INFANTIL

ensaio

Finalista do Prêmio Jabuti

Baseado na primeira tese acadêmica defendida no país sobre o cinema infantil brasileiro, "Lanterna mágica: infância e cinema infantil" traça um amplo panorama da produção de filmes para crianças no Brasil e no mundo, abordando seus aspectos estéticos e pedagógicos. Um livro que interessa a professores, psicólogos, cinéfilos e pais.

PATAGÔNIA

romance

Prêmio Nacional 

Cruz e Sousa de Romance

No início do século XX, um brasileiro viaja para a distante Patagônia para se vingar da morte de seu irmão. O alvo de sua busca é um bandido norte-americano que tinha viajado secretarmente para a América do Sul: o legendário Butch Cassidy.

Assaltos a trens e galopadas nas planícies são recriados na escrita poética e premiada de João Batista Melo, tendo como pano de fundo a passagem verídica de Butch Cassidy e Sundance Kid pela Argentina.

Patagônia foi o vencedor do Prêmio Nacional Cruz e Sousa de Romance.

 

AS BALEIAS DO SAGUENAY

contos

Prêmio Paraná

Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte

Um homem doente viaja para os distantes rios do Canadá em busca de uma baleia. A embarcação de Colombo é cercada por monstros a caminho de uma América desconhecida. Um inimigo da ditadura de Getúlio Vargas planeja destruir o dirigível alemão Hindenburg no Rio de Janeiro. Dois amigos compartilham sua velhice numa casa mal assombrada. Um astronauta viajando através do espaço ouve a voz de uma mulher e sua vida muda completamente.
Segunda coleção de contos de João Batista Melo, publicada em 1995. As baleias do Saguenay ganhou o Prêmio Paraná de Literatura e o Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte..

LIVROS

O COLECIONADOR DE SOMBRAS

contos

Doze narrativas que transitam entre o realismo e o fantástico. 

"Que mistério se esconde na caverna de paredes azuis e frias, aberta na geleira chilena? Que irresistível chamado é esse que vem de dentro da loja de bordados? Que força assustadora e destrutiva pode caber dentro da caixa de sapatos que o menino jamais deixa que abram? Que ônibus é esse que, em plena noite de Natal, atravessa sob a chuva as ruas mais violentas da cidade?" 

MALDITAS FRONTEIRAS

romance

Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte de Literatura

Duas crianças vivem o final de sua infância. Um mestre cervejeiro procura a fórmula de uma bebida medieval. Enquanto isso, o Brasil e o mundo se preparam para a Segunda Guerra Mundial.

Clique aqui e leia as primeiras páginas de "Malditas fronteiras".

LANTERNA MÁGICA: INFÂNCIA E CINEMA INFANTIL

ensaio

Finalista do Prêmio Jabuti

Baseado na primeira tese acadêmica defendida no país sobre o cinema infantil brasileiro, "Lanterna mágica: infância e cinema infantil" traça um amplo panorama da produção de filmes para crianças no Brasil e no mundo, abordando seus aspectos estéticos e pedagógicos. Um livro que interessa a professores, psicólogos, cinéfilos e pais.

DESCOBRIMENTOS

contos

Livro de bolso com três narrativas construídas na tradição do gênero das histórias alternativas, variante da ficção científica que trabalha com versões possíveis de fatos históricos: a novela inédita 1500 e os contos O caminho das Índias e a A moça triste de Berlim. O livro ainda inclui uma introdução de Roberto de Sousa Causo, na qual o principal crítico literário do país especializado no gênero, explica os fundamentos e o desenvolvimento da "ficção científica recursiva", também conhecida como História Alternativa.

swing.jpg

UM POUCO MAIS DE SWING

contos

Prêmio Bolsa da Biblioteca 

Nacional

Em sua imaginação, um homem viaja com o filho pelo mundo afora. O filho adotivo de um criador de abelhas relembra sua terna relação com o pai. Um milionário paulista compra um pacote turístico para o front de uma guerra em outro continente. Nas 15 histórias de Um pouco mais de swing, que incluem a republicação de O inventor de estrelas, novas incursões por um universo que paira entre o mundo real e uma realidade na qual tudo pode acontecer. 
Um pouco mais de swing foi concluído após a premiação com a Bolsa para Autores brasileiros com livros em fase de conclusão da Biblioteca Nacional.

PATAGÔNIA

romance

Prêmio Nacional 

Cruz e Sousa de Romance

No início do século XX, um brasileiro viaja para a distante Patagônia para se vingar da morte de seu irmão. O alvo de sua busca é um bandido norte-americano que tinha viajado secretarmente para a América do Sul: o legendário Butch Cassidy.

Assaltos a trens e galopadas nas planícies são recriados na escrita poética e premiada de João Batista Melo, tendo como pano de fundo a passagem verídica de Butch Cassidy e Sundance Kid pela Argentina.

Patagônia foi o vencedor do Prêmio Nacional Cruz e Sousa de Romance.

 

inventor_capa0002.jpg

O INVENTOR DE ESTRELAS

contos

Prêmio Guimarães Rosa

Primeiro livro de João Batista Melo, publicado em 1991, O inventor de estrelas apresenta histórias que já mostravam a forte influência do relismo mágico e da ficção científica em seu trablaho. Uma mulher espera para sempre o retorno de seu filho, que desapareceu pilotando um avião na véspera de um Natal. Um guarda florestal procura por uma cachoeira desconhecida no meio da floresta. Um bancário tenta sobreviver numa pequena cidade contaminada pela poluição do ar. O inventor de estrelas ganhou o Prêmio Guimarães Rosa em 1989.

AS BALEIAS DO SAGUENAY

contos

Prêmio Paraná

Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte

Um homem doente viaja para os distantes rios do Canadá em busca de uma baleia. As embarcações de Colombo seguem sua jornada rumo ao desconhecido. Dois amigos compartilham sua velhice numa casa mal assombrada. Um astronauta viajando através do espaço ouve a voz de uma mulher e sua vida muda completamente.
Segunda coleção de contos de João Batista Melo, publicada em 1995. As baleias do Saguenay ganhou o Prêmio Paraná de Literatura e o Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte..

Des nouvelles du Bresil.jpg

ANTOLOGIAS

João Batista Melo publicou contos em várias antologias, como "Geração 90, Manuscritos de Computador", organizada por Nelson de Oliveira, e "Des nouvelles du Brésil", organizada por Clélia Piza e publicada pela editora francesa Metailié.

Também incluem trabalho do autor as antologias "Contos da Favela"(org.Nelson de Oliveira), "Todas as gerações: o conto brasilisense contemporâneo" (org. Ronaldo Cagiano), "Contos imediatos" (org. Roberto de Sousa Causo), entre outras.

Biografia

João Batista Melo nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais. Seus contos têm grande influência do realismo mágico e da literatura de fantasia. Seus livros apresentam, ainda, um expressivo diálogo com o cinema, área em que ele também atua como crítico e realizador.

Identificado com a chamada Geração 90 da literatura brasileira, sua obra recebeu alguns dos mais importantes prêmios literários do país:

"Prêmio Paraná", "Prêmio Nacional Cruz e Sousa de  Romance",  "Prêmio Guimarães Rosa" e duas vezes o "Prêmio Nacional Cidade de Belo Horizonte". Seus filmes de curta-metragem foram selecionados para festivais no Brasil e no exterior, tendo o filme infantil "Tampinha" recebido o prêmio de melhor curta de ficção no Festival Divercine, no Uruguai. 

Compositor, é autor de temas dos curtas "A janela" e "Um ano novo danado de bom".

CONTATO

Para participação em feiras e eventos literários, contatar oasyscontato@gmail.com

Seguir:

  • Black Facebook Icon
© 2018 João Batista Melo